728 x 90
[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id="1"]

VILHENA RECEBE PRIMEIRA UNIDADE DE CASTRAMÓVEL PÚBLICA

 

A cidade de Vilhena recebeu a sua primeira unidade do Castramóvel, apelido dado à Van equipada para oferecer o serviço de castração cirúrgica para o controle de natalidade de forma gratuita de cães e gatos abandonados e/ou pertencentes às famílias que não tem condições de pagar pelo procedimento veterinário no particular.

O veículo, entregue no último sábado (6) pelo deputado estadual Luizinho Goebel (PV) durante a cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Vilhenense (CEV), do trabalho social desenvolvido pela vice-prefeita Maria José (PSDB), que nos últimos anos têm atuado ao lado de ONGs em ações para promover a prevenção dos maus-tratos, abandono e controle de natalidade de animais.

“O trabalho social que a vice-prefeita desenvolve há anos em favor dos animais é admirável. Agora com a nova viatura, ela [vice-prefeita] poderá continuar com mais intensidade o belo trabalho ao lado de outras pessoas que também lutam pelo mesmo objetivo”, enfatizou.

A prefeitura informou que a Secretaria de Meio Ambiente abriu processo para que o Conselho de Medicina Veterinária regulamente e autorize o uso da unidade Castramóvel no município, e possa atuar de forma regular. Paralelamente a isso, a Secretaria iniciou processo de contratação de um médico veterinário.

GRUPO VOLUNTÁRIO

A necessidade no controle de natalidade de cães e gatos abandonados e proteção a animais em situação de maus-tratos, levou dezenas de pessoas nos últimos anos a se unirem em prol dos bichinhos. A associação de proteção e resgate de animais, Amor de Quatro Patas, uma das mais atuantes no município, promove mensalmente bazares beneficentes para a coleta de doações para garantir o custeio no tratamento e resgate dos felinos e caninos.

O grupo conta com 30 voluntários que atuam diariamente e dezenas que esporadicamente dedicam algumas horas do dia para o trabalho solidário. De acordo com Adriana Poletini, voluntaria na associação, o abrigo hospeda hoje 30 cachorros e outros 30 estão em lares temporários, e aguardam por adotantes.

A associação, sem fins lucrativos, iniciou suas atividades há dois anos e, há cerca de um ano, conseguiu regularizar os trâmites burocráticos e assumiu o status de associação, graças ao trabalho voluntário de uma advogada. Atualmente, a Amor de Quatro Patas retira por mês mais de 30 cães e gatos das ruas de Vilhena, tratando-os e conseguindo lares adotivos para eles. Um trabalho realizado por voluntários que tem salvado vidas e dado um lar a dezenas de animais abandonados ou vítimas de maus-tratos.

O trabalho desenvolvido pelos voluntários pode ser seguido através da página https://www.facebook.com/amorde4patasvha/. Somente no mês de junho, 26 animais resgatados pelo grupo conseguiram um novo lar.

Fonte: VilhenaNoticias

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades