728 x 90
[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id="1"]

Já somando quase 7 mil visualizações apenas em sua publicação principal, circula em várias redes sociais do município um vídeo em que a cantora Maria das Dores Lemos de Andrade, ex-comissionada de Rosani Donadon, acusa médicos do Hospital Regional de negligência e os culpa pela morte de uma jovem. Em reação às denúncias, médicos do hospital apresentaram documentos e explicaram em vídeo os detalhes do caso, desmentindo as acusações.

No vídeo ela se dirige aos locutores Julinho da Rádio e Alexandre Lima, da radio Positiva FM, bem como a toda a população da cidade e faz várias acusações, nas quais culpa o atendimento do Hospital Regional, médicos e a atual gestão pela morte de uma jovem que era da cidade Pimenteiras.

Maria das Dores cita que a jovem chegou com fortes dores no peito, em seu hemograma acusava nível de plaquetas baixo e que a jovem precisava de oxigênio, mas o hospital não tinha. E por fim que jovem teria morrido e que os médicos não tinha ideia porquê.

No vídeo feito pelos médicos do Hospital Regional, esses pontos são rebatidos e desconstruídos com documentos. A jovem foi atendida por mais seis horas, e chegou andando ao Hospital Regional, seus sintomas era dores abdominais, vômitos e febre.

Publicidade

Seu hemograma o nível de plaquetas era normal e sem sinal de infecção. Por fim, a jovem teve uma parada cardíaca, os médicos conseguiram reanimá-la, mas logo em seguida, ela teve uma segunda parada, que não conseguiu ser revertida.

A família da jovem não quis que o exame de necropsia fosse realizado na jovem, e deu o caso por encerrado. A principal causa de parada súbita é de origem cardíaca, ou seja, quando o coração já tem alguma doença de base ou quando ocorre um aneurisma que rompe de repente.

CANTORA MARIA DAS DORES

Maria das Dores, que foi candidata a vereadora em 2016 somando um total 25 votos (112ª colocação dentre os 126 candidatos), disseminou o vídeo no Facebook, no entanto, nesta quarta-feira, 29 de janeiro, já não era mais possível encontrar o vídeo em seu perfil. Mesmo assim, em vários grupos de Facebook e Whats App o vídeo continua disponível.

Em uma parte do vídeo ela diz, “Negligência da gestão atual, tem que mudar essa gestão, tem que mudar esse povo”, a direção do Hospital comentou que a acusação de negligência é algo bastante sério, e que a pessoa que a faz necessita provar. Todos os prontuários de atendimento e procedimentos da jovem estão à disposição das autoridades competentes.

Alguns assessores da prefeitura divulgaram nas redes sociais que o caso certamente “vai dar em processo”. Caso a crítica sem provas, que responsabiliza os profissionais de saúde pela morte da jovem, for parar na Justiça, não será a primeira vez: diversos apoiadores do grupo político opositor à atual gestão já colecionam processos de calúnia, difamação e injúria.

Fontes do site garantem que os números destes processos podem passar de 30, tendo em vista o “bombardeio” de acusações de crime sem provas contundentes que se vê nas redes sociais neste 1 ano e 7 meses de mandato da gestão atual.

CONFIRA OS VÍDEOS:

  • Cantora Maria das Dores acusando médicos do Hospital Regional:
Tocador de vídeo

00:00
03:49

 

  • Junta médica dando esclarecimentos sobre o caso:
Tocador de vídeo

00:00
03:32
Comentários