728 x 90
[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id="1"]

O morador diz ter avaliado o comportamento do animal e concluiu ser preciso matá-lo devido ao seu nível de agressividade

Um homem de 40 anos precisou de dois tiros de revólver para matar um cachorro da raça pit bull que invadiu o quintal de sua casa e atacou um cão doméstico da família. O caso aconteceu no bairro Barão do Melgaço II, em Vilhena, no sábado (2) à tarde.

A arma usada foi um revólver de calibre 38. O morador possui registro do armamento e ligou para a Polícia Militar após o abatimento. O homem relatou aos policiais que o pit bull, inicialmente, mordeu o pescoço do animal de estimação e depois tentou atacar pessoas da casa. Sem conseguir controlar o cão, o homem pegou sua arma e disparou por duas vezes contra.

O dono do pit bull não foi encontrado. Uma ocorrência policial foi registrada na Polícia Civil.