728 x 90
[lbg_audio8_html5_shoutcast settings_id="1"]

CORONAVÍRUS: DECRETO IMPÕE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA DE SAÚDE PÚBLICA EM RONDÔNIA

Secretário de Saúde, Fernando Máximo, assinou documento para medidas temporárias de prevenção nesta segunda-feira (16). Não há casos confirmados no estado.

Foto: Reprodução

O governo de Rondônia decretou situação de emergência em saúde pública nesta segunda-feira (16) decorrente da propagação do novo coronavírus pelo Brasil. Não há casos confirmados no estado para Covid-19.

decreto-número-24.871-covid-19 foi assinado pelo Secretário de Estado de Saúde (Sesau), Fernando Máximo, e entra em vigor a partir desta terça-feira (17). Entre as medidas de prevenção que constam no decreto, há a suspensão inicial das aulas da rede pública no estado por 15 dias, anunciada pelo governo na manhã desta segunda-feira (16).

Segundo o secretário de Educação, Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, a determinação para suspensão das aulas vale para faculdades, creches e escolas privadas.

“O decreto será de 30 dias, mas nos 15 dias iniciais nós vamos estudar a situação do estado. Se tiver melhorado a questão de Covid-19 em 15 dias, nós retornamos com as aulas. Se não, ficará parado com 30 dias”, disse Suammy.

Publicidade

O decreto também suspende:

  • Eventos, treinamentos, reuniões ou qualquer atividade que tenham mais de 100 pessoas;
  • Viagens oficiais, exceto quando é de extrema necessidade pública;
  • Atividades coletivas de cinema e teatro;
  • Atividades físicas em locais fechados.

O governo de Rondônia diz que há 24 casos suspeitos da doença no estado, mas o Ministério da Saúde contabiliza apenas dois casos em investigação e um descartado, de acordo com boletim divulgado na tarde desta segunda.

Um dos casos apurados pelas autoridades de Rondônia é o de uma criança de 11 anos, que retornou de uma viagem dos Estados Unidos e apresentou sintomas do novo coronavírus.

Onde procurar ajuda?

O secretário estadual de saúde, Fernando Máximo, recomendou que a população priorize o isolamento.

Apresentando os sintomas de coronavírus o correto é ligar para o Disk Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que atende em todo estado pelo 0800 642 5398. Em Porto Velho também está disponível a linha 0800 647 1010.

DICAS DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

  1. Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  2. Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  3. Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  4. Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  5. Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  6. Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  7. Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  8. Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.
Ciclo do novo coronavírus - transmissão e sintomas — Foto: Aparecido Gonçalves/Arte G1
Ciclo do novo coronavírus – transmissão e sintomas — Foto: Aparecido Gonçalves/Arte G1

Comentarios

os comentaio sao de sua problia responsabilidade *

Novidades